Alvo do programa Procura-se é preso no Rio de Janeiro

O foragido Wagner Neves, conhecido como Waguim, de 33 anos, foi preso na cidade fluminense de Rio das Ostras, em sua casa, no dia 30 de agosto de 2013, pela equipe da 7ª Delegacia de Polícia Civil de Juiz de Fora. Alvo do programa Procura-se, da Secretaria de Estado de Defesa Social (Seds), ele era apontado como o terceiro envolvido na morte de dois capitães do Exército, cujo crime ocorreu em 13 de maio de 2010.

O duplo homicídio cometido com a participação de Wagner aconteceu  no Bairro Aeroporto, em Juiz de Fora e teve grande comoção popular, pois os oficiais foram mortos com 19 tiros.

“A prisão de Wagner era uma das prioridades da Polícia Civil na cidade”, informou o delegado chefe do 4º Departamento de Polícia Civil de Juiz de Fora, Rogério de Melo Franco Assis Araújo, após a vigésima captura de alvos do Procura-se. Os trabalhos da equipe responsável pela prisão foram comandados pelo delegado Armando Avólio Neto e coordenados pelo delegado regional Paulo Virtuoso.

O preso confessou que já havia se mudado de bairro por três vezes, pois tinha conhecimento de que a Polícia Civil de Minas Gerais o procurava na cidade, onde ele residia com identidade falsa e trabalhava como promotor de eventos. As incursões policiais foram realizadas também nas cidades fluminenses de Petrópolis, Teresópolis e ainda na capital carioca.